Brigas, feridas e cicatrizes

Quando tinha 15 pra 16 anos, comecei a sentir fortes dores na barriga. Era uma dor latejante. Não conseguia nem comer. Meus pais me levaram para o hospital e constataram que estava com “apendicite aguda”. Fiz uma cirurgia e me recuperei. Claro que sofri demais com essa situação, mas não quero me alongar nesse ponto. O fato é que hoje possuo uma pequena cicatriz no local. Não dói nada, mas lá está ela pra me lembrar da experiência. Hoje eu reconheço os sintomas de apêndice. Sei como dói e posso ajudar e entender, de alguma forma, quem está nessa situação.

Toda briga fere quem está envolvido. São feridas emocionais e é claro, ninguém quer tê-las. Quem nunca sentiu medo quando ouviu o famoso “precisamos conversar”?
Apesar dos pesares, sempre podemos reter o que é bom. As feridas em um relacionamento não podem ficar “abertas”. A ponto de em uma discussão você jogar na cara aquilo que já aconteceu.

Quando surge alguma briga entre a Fran e eu (sim, nós temos), eu sigo alguns passos:

Ferida aberta
Amar é mais importante que ter a razão. Não importa quem está errado, o mais importante é a pessoa e não o seu erro, por isso, por amor eu vou atrás e não fico esperando ela vir. Claro que tem hora em que você fica magoado e tem que ter seu momento, mas não permita que seu orgulho te afaste da pessoa. Nesses momentos é quando mais ficamos vulneráveis e o capiroto lança vários pensamentos pra zuar mais o clima.

Analisando a ferida
Pode parecer algo bobo, mas se deixou seu cônjuge chateado, agora passa a ser muito importante. Por mais que alguma coisa seja insignificante pra você, se magoou seu cônjuge, ele tem todo o significado. Procure entendê-lo e resolver a situação. Lembre-se, em um relacionamento começa a se apagar o “eu” e viver o “nós”. Esses momentos são excelentes para vocês conhecerem um ao outro mais a fundo.

Fechando a ferida
SEMPRE PERDOE E PEÇA PERDÃO! Não acumule lixo. Senão mais tarde vem o famoso “jogar na cara” algo que aconteceu no passado. Libere perdão. Se não consegue, então peça pra Deus te ajudar, mas não saia sem perdoar ou pedir perdão. Perdão genuíno é o fechamento da ferida.

Cicatrização
Após resolver a situação e perdoar. OREM. Ore pedindo que Deus limpe vocês dos sentimentos que tiveram antes de resolverem a situação. O diabo pode ter usado esse momento para plantar uma pensamento em vocês. Ore para que o Senhor ajude vocês nesse relacionamento.

Após resolver a situação completamente, a ferida não estará lá, somente a cicatriz. Semelhantemente a minha cirurgia, essa cicatriz não dói nada, mas ela estará ali pra te dar mais experiência. Ela não servirá como motivo de dor (e se doer ao lembrar, é porque ainda não foi tratada nem cicatrizada), mas estará ali como marca do amadurecimento do relacionamento de vocês. Cicatrizes veem de experiências, experiências geram amadurecimento.

Bom fim de semana manolada!
Abração!

Fernando Ortega

Fonte: Não morda a Maçã

Leave a Comment